RIO CEARÁ

















RIO CEARÁ

Ó doce rio de águas salgadas
Tuas correntes me banharam
Teu mar fica bem nas alçadas
Com pedras que marearam

O velho rio de largo pesqueiros
De barcos lado a lado chegando
Dos mangues icógtos rasteiros
Das historias do povo mundano

Embarca senhor nessa vida aqui
No rio de turvas águas de lodo
Dos contos mentidos da sucurí

Rio que nasce junto ao um povo
Que conta com canto esse lugar
Rio afinal tens o nome de Ceará 

Artur Cortez

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ANIVERSÁRIO É SEU, MAS O CONVIDADO É QUEM PAGA A CONTA

LISTA DE EMPRESAS LIGADAS À PETROBRAS E AO PORTO DO PECÉM-CE