quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

BRASIL: PAÍS DE TANTOS DOUTORES


BRASIL: PAÍS DE TANTOS DOUTORES

Autor: Professor Carlos Delano Rebouças

Muito interessante esse nosso povo brasileiro, não é amigos? Basta vestir um jaleco ou ser um representante da justiça que já são chamados de doutores.

Médicos, enfermeiros, juízes, delegados, e até policiais, dentre outros, são os profissionais mais comuns que recebem o tratamento de doutor. E, obviamente, adoram receber esse título, sem mesmo fazer por merecer.

O título de doutor é algo que no Brasil é injustamente utilizado, tanto pela falta de conhecimento, quanto pela postura preconceituosa da grande massa que compõe a nossa sociedade. Usamos de dois pesos e duas pedidas para atribuí-los, por conveniência, ignorância e preconceito, e assim, acabamos beneficiado profissionais que não são doutores de nada, nem de instrução, nem menos, de conhecimento de vida, de mundo.

Aprendi ao longo de minha vida, que doutor é sinônimo de conhecimento. No latim, “doctor” significa sábio. Assim, independentemente de se possuir uma formação superior em determinadas áreas do conhecimento, podemos ser doutores, sempre.

Também sabemos que doutor é aquele que possui o título de doutor, diante do pré-requisito de uma formação superior, graduação. Este título pode ser em qualquer área do conhecimento, e não, somente para profissionais de saúde e do direito.

São discernimentos distantes de uma maioria, e bem próximos de uma minoria, que prefere contrariá-los, fazendo com que continuemos errando na intitulação de doutores, e sendo injustos em reconhecer os verdadeiros.

Mas essa cultura parece que nunca vai mudar - que é a de acharmos que doutores são somente médicos, enfermeiros, delegados, juízes e tantos outros, como já referido, das suas áreas profissionais. Tem gente que une dois tratamentos, e quem os recebe, adora, e, se duvidar, até desgosta quando não usado. Com a palavra os “Doutores Delegados de polícia” ou os “Doutores Juízes” de direito.

Sejamos sensatos na atribuição de títulos e nos nossos tratamentos. Sejamos mais justos e menos preconceituosos em reconhecer que ser doutor também é sinônimo de conhecimento, independente da instrução e posição social.

Lembre-se! O mundo não existe sem a contribuição de todos os profissionais, doutores nas suas profissões e nas mais variadas áreas, possuindo ou não formação superior ou título de doutor, desde que prevaleça a certeza de que seus conhecimentos são importantes e impreteríveis para um mundo melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique e confira!

ESTAMOS À DISPOSIÇÃO!