Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

BELAS IMAGENS

Imagem

CONSTRUÇÃO

Imagem

JOVEM APRENDIZ: COMO AGRADAR AO TUTOR

Por Carlos Delano Rebouças
Muitos jovens no Brasil já atuam como aprendizes em diferentes instituições, sejam no 1º, 2º ou 3º setor, desde que estejam preenchendo todas as exigências legais quanto aos direitos e deveres, e no cumprimento de quotas.
Estes jovens, em no máximo 24 meses, não ultrapassando o limite de idade de 24 anos, passam por um processo de formação e qualificação profissional, teórico e prático, com o intuito de melhor prepará-los para a vida e mercado de trabalho. Trata-se de um processo de lapidação que envolve a instituição qualificadora, através de um instrutor na teoria, e a atividade prática, sob a responsabilidade de um tutor, por parte da entidade parceira, que cumpre a quota.
Diante do esclarecimento entre as parte integrantes do processo de formação e qualificação de jovens aprendizes, no dia a dia, percebe-se muitos problemas, muitas dificuldades, decorrentes muitas vezes da falta de comprometimento por parte dos tutores, aos quais, agem como se desconhecesse…

REFLITA

Imagem

OSCAR NIEMEYER

Imagem

VOCÊ SABIA?

Imagem

NÃO HESITE EM ACREDITAR EM VOCÊ

Imagem
Por Carlos Delano Rebouças
Certamente diante do que irei dizer aqui, alguém vai dizer que lhe serve perfeitamente e que já passou por uma situação semelhante. Infelizmente, encontrar pessoas que em algum momento da vida não poupou esforços para desmotivá-lo, trata-se de uma regra e não uma exceção, e que pode influenciar bastante na autoestima de qualquer pessoa.
Posso dizer que me incluo entre tantos que já foram vítimas de pessoas tidas como pessimistas. Prefiro definir assim, a não acreditar que de pessimistas não têm nada. São muitos mais maldosos e insensatos, e desumanos, acima de tudo, pois quem destina parte ou todo o seu tempo para injetar a negatividade nas pessoas, não permite outras definições.
Contudo, para nós, vítimas, precisamos, aliás, devemos enxergar que não podemos nos entregar as maldades de pessoas inescrupulosas, muito menos, acreditar que somos de fato o que pensam ou desejam que sejamos. Precisamos sim, acreditar que somos capazes, e ninguém, além de nós mesmos, …

MINHA ESCOLA MAIS PARECE UM CIRCO

Imagem
Por Carlos Delano Rebouças
Quantas semelhanças existem entre a minha escola e um circo. Esta é a conclusão que tirei desde que iniciei a minha trajetória educacional na escola em que frequento, desde a minha infância. E lá se vão 15 anos de minha vida.
Quando comecei a estudar com os meus 03 anos de idade, tardio para os padrões modernos da educação brasileira, confesso que não recordo das tantas vezes que retornei a minha casa com o rosto pintado, mais parecendo um palhaço.  
Todas essas situações são contadas pela minha mãe, que na época acreditava se tratar de bobagens, todavia, bem distante de seu entendimento em aceitar que significava o desenvolvimento de habilidades, pedagógicas, que ainda são muito aplicadas.
Como a pintura no corpo, além de em outros recursos de expressão, dançávamos, brincávamos, ríamos muito um dos outros e aproveitávamos, também, todos os equipamentos existentes na escola, para o desenvolvimento mental e corporal. 
A minha escola era maravilhosa e muito parecia…

Oi Tio!

Imagem
Por Carlos Delano Rebouças
Chegando à escola, passo a passo nos largos corredores a caminho da sala dos Professores, não demora muito a ouvir “oi tio”, seguido de acenos. Cumprimentos recebidos de alunos, sem parentesco algum, mas que significa muito diante de tantas controvérsias.
A rotina do “tio” em sala de aula nem sempre é daquelas tão prazerosas. Bem da verdade, muitas vezes parece incontestavelmente desmotivadora. Não se trata de ministrar aulas, elaborar e corrigir testes e cumprir prazos. É muito mais que isso, quando aceitamos também a condição de educador, partícipe incondicional do processo educativo dos alunos ao lado da instituição escola, família e sociedade.
Um dia desses, numa conversa de rede social, indiretamente me senti um árbitro de um combate de opiniões entre dois colegas, que discutiam sobre ser Professor e ser Educador. Nessa discussão, que não levou a nada, somente a uma das partes se irritar e se desligar do grupo. Pobre colega, menos um “tio” a participar…

QUANDO POR “A” MAIS “B” NÃO PROVA NADA E DOIS MAIS DOIS NÃO SÃO CINCO

Imagem
Por Carlos Delano Rebouças
O cantor Roberto Carlos é mesmo genial quando diz em sua canção “que tudo certo como dois e dois são cinco”. 
Parei para pensar no resultado dessa soma, mas preferi nem esticar o raciocínio sobre esse cálculo e a intenção do nobre cantor. Ufa! Seriam muitos neurônios queimados, quem sabe, desnecessariamente.
Certo dia, nas minhas andanças pela vida, ouvi de dois homens que conversavam como quem não conta segredos, e que me permitiram participar sem convite algum daquela conversa, outro questionamento, daqueles que me levaram a lembrar da velha canção do “Rei”. Nessa vez não envolvia números, e sim, letras. Como se pode provar alguma coisa por “A” mais “B”? Mas o que a soma de letras pode provar? Qual é o resultado dessa soma, se a aritmética não assume essa responsabilidade? 
Essas foram as diversas indagações em cadeia que me causaram tanta perplexidade, apesar de sempre ouvi-la.  Não tive como poupar meus neurônios nessa vez. Busco respostas, quando a única que…

POEMA DE AUGUSTO DOS ANJOS

Solitário

Como um fantasma que se refugia 
Na solidão da natureza morta, 
Por trás dos ermos túmulos, um dia, 
Eu fui refugiar-me à tua porta!

Fazia frio e o frio que fazia
Não era esse que a carne nos contorta...
Cortava assim como em carniçaria
O aço das facas incisivas corta!

Mas tu não vieste ver minha Desgraça!
E eu saí, como quem tudo repele, 
- Velho caixão a carregar destroços -

Levando apenas na tumba carcaça
O pergaminho singular da pele
E o chocalho fatídico dos ossos! Augusto dos Anjos

A HISTÓRIA DAS COISAS

Imagem

BELA CANÇÃO!

Imagem

ASSIM PENSA PESSOA

Imagem
Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender... 

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo... 

Eu não tenho filosofia; tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...
Fernando Pessoa

INTOLERÂNCIA

Imagem

UM BELO CONTO DE FERNANDO SABINO

Dona Custódia
Fernando Sabino
Ar de empregada ela não tinha: era uma velha mirrada, muito bem arranjadinha, mangas compridas, cabelos em bandó num vago ar de camafeu – e usava mesmo um, fechando-lhe o vestido ao pescoço. Mas via-se que era humilde – atendera ao anúncio publicado no jornal porque satisfazia às especificações, conforme ela própria fez questão de dizer: sabia cozinhar, arrumar a casa e servir com eficiência a senhor só. O “senhor só” fê-la entrar, meio ressabiado. Não era propriamente o que esperava, mas tanto melhor: a velhinha podia muito bem dar conta do recado, por que não? e além do mais impunha dentro de casa certo ar de discrição e respeito, propício ao seu trabalho de escritor. Chamava-se Custódia. Dona Custódia foi logo botando ordem na casa: varreu a sala, arrumou o quarto, limpou a cozinha, preparou o jantar. Deslizava como uma sombra para lá, para cá – em pouco sobejavam provas de sua eficiência doméstica. Ao fim de alguns ele se acostumou à sua silenciosa inicia…

FICA A DICA

Imagem

EXCELENTE DOCUMENTÁRIO

Imagem

BRINCADO DE FAZER EDUCAÇÃO

Por Carlos Delano Rebouças
Às vezes vejo que a forma como se brincam com a educação do Brasil, sem valorizá-la como deveria, torna-se uma via de mão dupla, em seus resultados.
Atualmente, com o número crescente de escolas de formação superior, privadas, aumenta as possibilidades de ingresso no ensino superior. Isso é muito bom, sem dúvidas alguma.
Porém, seus critérios de acesso, em geral, onde não valorizam muito os conhecimentos adquiridos no ensino básico, permite que candidatos não tão preparados tenham acesso, e chegando aos bancos das faculdades, encontram dificuldades de aprendizagem, e quando não, dá-se por conta da fragilidade do ensino praticado, onde muitas delas demonstram uma total despreocupação com a formação, prevalecendo muito mais a capacidade de horar com o pagamento de matrículas e mensalidades.
Essa postura, das escolas formadoras, muitas vezes resulta numa desvalorização do profissional de educação, que acaba exercendo seu ofício sem muito zelo, empurrando com a barr…

FERNANDO PESSOA

Imagem

INOVE-SE

Imagem

A ATITUDE DE UM VENCEDOR

Autor: DESCONHECIDO Numa determinada floresta havia três leões. Um dia o macaco, representante eleito dos animais súditos, fez uma reunião com toda a bicharada da floresta e disse: – Nós, os animais, sabemos que o leão é o rei dos animais, mas há uma dúvida no ar: existem três leões fortes. Ora, a qual deles nós devemos prestar homenagem? Quem, dentre eles, deverá ser o nosso rei? Os três leões souberam da reunião e comentaram entre si:
– É verdade, a preocupação da bicharada faz sentido, uma floresta não pode ter três reis, precisamos saber qual de nós será o escolhido. Mas como descobrir? Essa era a grande questão: lutar entre si eles não queriam, pois eram muito amigos. O impasse estava formado. De novo, todos os animais se reuniram para discutir uma solução para o caso. Depois de muito tempo eles tiveram uma ideia excelente. O macaco se encontrou com os três felinos e contou o que eles decidiram:
– Bem, senhores leões, encontramos uma solução desafiadora para o problema. A solução está…