Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

REFERENCIAÇÃO TEXTUAL

referenciação faz parte do processo de organização global de um texto e, dentre esses processos, destacaremos aqueles que se dão por meio da anáfora e da catáfora. Resumidamente, podemos dizer que as anáforas dizem respeito ao resgate dos termos que foram previamente explicitados em um texto. Sobre as catáforas, podemos dizer que é uma referência feita sobre aquilo que ainda será exposto no texto, resultando, assim, em dois movimentos, respectivamente regressivo e progressivo. As anáforas e catáforas estão presentes em nosso discurso e ocorrem com uma frequência bem maior do que imaginamos. Acontecem em qualquer tipo de interação verbal, até mesmo nos eventos de fala mais corriqueiros. Não é preciso ser grande entendedor de Gramática para apropriar-se dos recursos que a Língua permite utilizar. Observe o exemplo abaixo: Carolina acordou às cinco da manhã daquela segunda-feira e seguiu rumo à estação do metrô. A garota esperou durante vinte minutos e era aquilo que estava à sua espera…

BELA CANÇÃO!

Imagem

REFLITA

Imagem

INGRATIDÃO TRAIDORA

Imagem
por Carlos Delano Rebouças
Há quem diga que um dos mais dignos sentimentos que um homem pode possuir é a gratidão. É ele que nos diferencia na sociedade, perante a quem reconhece o verdadeiro valor de ser grato por algo que lhe foi feito, contudo, parece que cada vez mais é desmerecido entre os homens que já não conseguem definir valores humanos.
Quando pequeninos, nossos pais nos ensinam a agradecer pelo que nos é feito. Isso acontece quando nos presenteiam ou nos agradam de alguma forma. Trata-se de uma maneira de nos educarmos para a vida, aprendendo a reconhecer uma gentileza feita, um favor concedido, na certeza de que ninguém não necessariamente é forçado a isso, embora acredite que temos a obrigação de servir.
Apesar de sermos orientados dessa forma quando crianças, muitos pais, infelizmente, não desenvolverem essa prática, levando muitas crianças a deixarem de dizer o famoso “muito obrigado” no transcorrer da vida. Às vezes, aqueles que na infância seguiam rigorosamente as orient…

PARÁBOLA DO DIA

A martelada
Um navio carregado de ouro, revestido de todo o cuidado e segurança, atravessava o oceano quando, de repente, o motor enguiçou. Imediatamente, o comandante mandou chamar o técnico do porto mais próximo. O técnico chegou de helicóptero e trabalhou durante uma semana, porém sem resultados concretos. Chamaram então o melhor engenheiro naval do país. O engenheiro trabalhou três dias inteiros, sem descanso, mas nada conseguiu. O navio continuava enguiçado. A empresa proprietária do navio mandou, então, buscar o maior especialista do mundo naquele tipo de motor. Ele chegou, olhou detidamente a casa das máquinas, escutou o barulho do vapor, apalpou a tubulação e, abrindo a sua valise, retirou um pequeno martelo. Deu uma martelada em uma válvula vermelha (que estava emperrada) e guardou o martelo de volta na valise. Mandou ligar o motor e este funcionou perfeitamente na primeira tentativa. Dias depois, chegaram as contas ao escritório da empresa de navegação. Por uma semana de trab…

O ÚLTIMO APITO

Imagem

UM EXCELENTE CONTO

A ÁRVORE SECApor Mariana Iannaconi
O caos estava instalado, o mundo estava em guerra, em guerra contra ele mesmo. Leia e Lucas, um casal recém-casado, integravam um grupo de pessoas que foram obrigadas a abandonar suas vidas, casas e empregos pois começaram a ser perseguidas pelo exército. Não se sabe porque eram perseguidos, mas agora suas vidas se resumiam em fugir, se esconder e manter-se vivos. De tempos em tempos o exercito fazia missões onde matava todos que encontravam. As pessoas que conseguiam fugir dos ataques foram se juntando aos poucos, formando grupos, e nesse contexto estava o grupo do nosso casal, que acabou adotando como estratégia, viver na floresta. Não bastassem as ações do exercito, a mãe natureza demonstrava toda sua fúria para com o mundo frequentemente. Eles já não se lembram a quanto tempo estão fugindo e nessa noite escura, sem lua, há muita chuva. Já chove há semanas e algumas áreas da floresta estão completamente alagadas. Eles estavam passando por uma área alag…

INFANTO-JUVENIL ou INFANTOJUVENIL?

Infantojuvenil ou infanto-juvenilA forma correta de escrita da palavra é infantojuvenil, sem hífen. A palavra infanto-juvenil está errada desde a entrada em vigor do Novo Acordo Ortográfico, em janeiro de 2009. O adjetivo infantojuvenil indica que alguma coisa se refere ou está destinada à infância e à juventude. Exemplos: Ela é uma famosa escritora de literatura infantojuvenil.Em alguns países, o trabalho infantojuvenil é, ainda, uma triste realidade.Nesta palestra serão exploradas formas de combate à violência infantojuvenil. Infantojuvenil é uma palavra formada a partir de recomposição de elementos não autônomos ou falsos prefixos, unindo dois vocábulos numa só palavra: infanto- + juvenil. O elemento de formação de palavras infanto- é de origem latina e transmite uma noção de criança, de infantil.

Linda canção!

Imagem

VAMOS REFLETIR?

Não se trata de uma tarefa difícil discorrer sobre os motivos que fazem o Brasil ser um país de muitos paradoxos. - em meio a suas riqueza naturais, muito roubo; - diante da alegria de seu povo, muitas tristezas; - enquanto se passa fome, a luxuria é exaltada; - enquanto dizem que educam, a ignorância prolifera; - e em meio a gritos eufóricos de "fora", muita hipocrisia. Quanta enganação nesse Brasil de faz de contas! Triste de quem acredita em profundas transformações. É nadar contra maré; é lutar para não ser visto como pessimista; é ser realista e sensato. É enxergar uma realidade que aos olhos mais cuidadosos não passa despercebida. Nada funciona porque a maioria quer que seja assim. É bem mais fácil de se chegar ao que se deseja.

Confira 10 excelentes dicas de etiqueta profissional

Confira 10 excelentes dicas de etiqueta profissional para começar a colocar em prática desde já: 1 – Pontualidade – Seja pontual em seus compromissos e respeite os horários. Organize-se para chegar sempre cedo no trabalho e em reuniões. Se precisar sair antes do fim de uma reunião, procure avisar com antecedência a quem está presidindo o encontro e saia discretamente.
2 – Apresentação pessoal 
– Mantenha uma boa imagem pessoalEsteja atento aos prazos de entrega de trabalhos e relatórios e cumpra-os à risca. Se não for possível atender o prazo combinado, avise as pessoas envolvidas com o máximo de antecedência, explique as razões do atraso e, se possível, combine novo horário ou data. A primeira leitura que alguém fará de você será baseada em sua aparência: suas roupas; cabelo e higiene pessoal. Cuidar desses aspectos mostra respeito e comprometimento com a empresa. Vista-se de forma discreta, evite modismos, decotes reveladores e excesso de acessórios. Evite “mostrar pele” demais, use blusa…

ELEMENTOS DE COESÃO: QUANDO E COMO UTILIZAR?

Coesão por referência: é um dos tipos mais utilizados em um texto. Graças a ela, evitamos repetições de termos, descuido que pode tornar desagradável a leitura de um texto: Os alunos do terceiro ano foram visitar o Museu da Língua Portuguesa. Eles foram acompanhados pelos professores da escola. Em vez de: Os alunos do terceiro ano foram visitar o Museu da Língua Portuguesa. Os alunos do terceiro ano foram acompanhados pelos professores da escola. ⇒ Coesão por substituição: são empregadas palavras e expressões que retomam termos já enunciados através da anáfora. Observe o exemplo: Os alunos foram advertidos pelo mau comportamento. Caso isso volte a acontecer,eles serão suspensos. Em vez de: Os alunos foram advertidos pelo mau comportamento. Caso o mau comportamento volte a acontecer, os alunos serão suspensos. ⇒ Coesão por elipse: Ocorre por meio da omissão de uma ou mais palavras sem que isso comprometa a clareza de ideias da oração: Maria faz o almoço e ao mesmo tempo conversa ao telefone com…

UMA OBRA-PRIMA DE OLAVO BILAC

HINO À BANDEIRA Salve lindo pendão da esperança!
Salve símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz. Recebe o afeto que se encerra
em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil! Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul. Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil! Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever,
E o Brasil por seus filhos amados,
poderoso e feliz há de ser! Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil! Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
Paira sempre sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!
Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

REFLEXÃO DO DIA

Imagem

DICA DE PORTUGUÊS: FUNÇÕES DO QUE

Imagem
O termo “que” pode pertencer a categorias gramaticais diferentes e exerce funções sintáticas diferentes.
Vejamos, separadamente, cada uma das funções do que:


a)pronome interrogativo: faz referência a pessoas (substantivo) ou a coisas (adjetivo).

Exemplos: O que ocorreu nesta sala? (substantivo) Que tema você escolheu? (adjetivo – acompanha o substantivo)
b)pronome relativo: refere-se a um termo anterior.
Exemplo: As crianças que gostam de fabricar seu próprio brinquedo se mostram mais criativas no futuro.
c)pronome adjetivo indefinido: tem sentido de “quanto”, “quantas”.
Exemplo: Que horas são agora?
d)conjunção coordenativa aditiva: liga orações e tem valor próximo da conjunção “e”.
Exemplo: Diz que diz, mas não faz nada!
e)conjunção coordenativa explicativa: valor próximo de “pois”.
Exemplo: Devemos nos amar, que o ódio consome e destrói a alma.
f)conjunção subordinativa integrante: introduz oração subordinada substantiva.
Exemplo: Ficou claro que você não vai mais discutir o mesmo assunto. /
g)co…

SOMOS VÍTIMAS DO NOSSO OTIMISMO

Autor: Carlos Delano Rebouças
Estranho, não é, levantar uma indagação sobre a possibilidade de sermos vítimas de algo que buscamos sempre na vida? Mas parece que em alguns momentos o otimismo pode parecer um vilão, ao invés de mocinho, para muitas pessoas. Que devemos acreditar sempre que vai dar certo tudo que pensamos em fazer; que nada vai dar errado, e que o sucesso é o único resultado esperado; e que somos e estamos preparados para o sucesso, e jamais iremos enfrentar dificuldades são exemplos fortes, clássicos, de frases otimistas, de forte apelo otimista, mas que pode nem sempre significar uma verdade, aliás, significar uma grande frustração. Geralmente procuramos construir a nossa estrada da vida, pessoal e, em especial, profissional, com o fortalecimento de bases fortes e seguras, de cujos tijolos do conhecimento e sabedoria, têm-se necessidade inquestionável. Servem de alicerce para conquistas futuras e estimáveis, estas, planejadas tanto pelas necessidades, quanto pelas vontad…