segunda-feira, 20 de junho de 2016

E O QUE ME IMPORTA?

Por Carlos Delano Rebouças
Tudo acontece em nossas voltas: pessoas são agredidas, desrespeitadas, abusadas, esquecidas e injustiçadas. O máximo de atenção que recebem é o foco de um celular e o registro de sua angústia, ou a divisão de duvidosas alegrias.
Tenho um ciclo de amigos e vizinhos, o qual nem sempre esses vizinhos possuem o status de amigos como seu verdadeiro adjetivo, que se espanta com a forma como crio meus animais. São tão bem criados, alimentados, acariciados e tratados como se fossem gente. Ora, não são? Juro que às vezes até penso que são melhores. São.
Quem se importa com o sofrimento de alguém nesse mundo tão cruel? Cuido muito bem dos meu cachorrinho e isso causa tanta inveja nas pessoas, que não aceitam tanta atenção a um bichinho de quatro patas. Da mesma forma, sensibilizo-me com a dor e o sofrimento das pessoas, independentemente de ser ou não do meu convívio ou do meu ciclo familiar. 
Fechar os olhos, as portas e o coração para alguém pode significar a materialização de diversos sentimentos: frieza, ingratidão, desamor, injustiça, covardia e insensatez. Cabem mais nesta lista? Até pode ser, mas prefiro não estendê-la. Já pareço muito prolixo em tantos predicativos direcionados ao homem.
Somos maravilhosos, não acham? Sorrimos até mesmo nos piores momentos. Driblamos as emoções em meio às adversidades, parecendo felizes, com um largo sorriso no rosto. Nossas emoções se confundem, podem acreditar, embora também façam acreditar que seja permanente na sua efemeridade. Logo acaba; voltam à mente as reais lembranças das inúmeras dificuldades vividas e dos problemas existentes. Cada um que dividiu por momentos uma falsa alegria segue seu caminho, sem levar a preocupação de se estava ou não tudo bem com aquele que estava sorrindo ao seu lado.
Vida que segue, sabemos, como também, que os problemas são somente nossos. Somos nós, na verdade, que temos que contorná-los. E aos amigos, um muito obrigado por pelo menos me permitir uma saída rápida de um mundo recheado de obstáculos a serem vencidos, mas que não verdade, são somente meus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique e confira!

ESTAMOS À DISPOSIÇÃO!