terça-feira, 29 de dezembro de 2015

DESABAFO DE EDUCADOR

DESABAFO DE UM EDUCADOR

Por Carlos Delano Rebouças

Algo me preocupa neste país: Não a formação superior e suas pós-graduações, e sim, o nível de conhecimento dos profissionais que estão no mercado, muitos despreparados, desnivelados, favorecidos pela boa relação interpessoal desenvolvida.

Apresentem um texto para fazer uma leitura e não o sabem; apresentem uma folha de papel para produzir um texto qualquer e não tem conhecimento para este fim.

Enquanto políticos prometem escolas, espero qualidade no ensino e elevação do nível de conhecimento em toda a sua amplitude.

O estudante, o profissional e o cidadão brasileiro precisam entender e se conscientizar que conhecimento é amplo, e que essa conscientização não é trabalhada na educação brasileira. Ninguém mais estimula o alunado sobre essa importância, focando exclusivamente na tarefa de fingir ensinar, por um lado, e fingir aprender, pelo outro. No final das contas, conquista o diploma, alegram-se todos, principalmente a gestão pública com os números "positivos" da educação.

Assim se faz e se perpetua uma nação de ignorantes, que riem de si mesmo, quando se discutem as barbaridades cometidas e oriundas de uma fraca educação e formação.

Escolas sem estrutura, com banheiros precários, salas semidestruídas, professores desvalorizados e desmotivados, carteiras quebradas, insegurança e descaso. Tudo isso é reflexo de uma educação que o brasileiro não tem, e que por isso, não leva a valorizá-la.


Somente nos resta, como profissionais de educação, relutar contra tudo isso, e torcer que essa batalha que parece desigual, Davi e Golias, seja mais uma vez vencida pelo que aparentemente parece mais fraco.

domingo, 27 de dezembro de 2015

Para Toda Consequência Tem Quase Sempre Uma Ação: Coisas De Brasil



O brasileiro é conhecido como aquele que só fecha a casa quando é roubada. Este título, infelizmente, ninguém nos tira e nos supera. Somos mestres e doutores no assunto de buscar sempre encontrar uma solução de problemas quando estes se transformam em uma grande bola de neve, muitas vezes incontroláveis, de sérias consequências.

Nosso país apresenta inúmeras particularidades que ratificam esta imagem construída pelo seu povo, muito em decorrência de toda uma história de colonização portuguesa, não que isso seja a única culpada nesse processo de configuração de um povo, de cuja cultura sofreu tantas influências, e que ainda não consegue definir a sua identidade.

O cidadão brasileiro, por natureza, não demonstra atitude em planejar ações sob uma análise profunda da vida ou do mercado. Não consegue, obviamente, a sua maioria, desenvolver uma visão sistêmica e proativa que permita identificar as possíveis consequências que poderiam ou poderão surgir, diante de tantas transformações no mundo. Quase sempre se envolve, já estando no “olho do furacão” de uma imensa problemática, muitas vezes com um desequilíbrio emocional, que não permite, pela razão, encontrar soluções, e acaba tomando atitudes mal pensadas, mal construídas, que não levam ao sucesso.

Trocando em miúdos, para facilitar o entendimento, entende-se que essa brava gente brasileira não só fecha a casa depois de roubada, literalmente, como também, muitas vezes só busca um emprego, quando passa por necessidade ou busca estudar quando passa a sofrer as dificuldades de mercado. Quer dizer, sofre as consequências de um descaso absoluto, numa postura inconsequente, relapsa, acomoda, e centrada numa zona de conforto reprovável, muitas vezes imposta pela gestão pública, que costuma iludir com falsas promessas e políticas assistenciais, e que somente viciam o já viciado e passivo povo brasileiro.





BELO POEMA


O MUNDO VISTO DE CIMA


EPITÁFIO


REFLITA!


REFLEXÃO

Amigos, boa tarde!

Fazia tempo, não é, que não externávamos nossa opinião sobre alguma coisa de nossas vidas? Pois é, chegou o momento, e porque não, pertinente, já que estamos prestes a fechar um ano, o de 2015.
Sempre se deve enxergar como necessário fazer uma reflexão sobre momentos vividos. Para muitos, isso é e pode ser feito sempre, a cada dia e a cada instante, sem necessariamente esperar que um ano de finde. 

É verdade, contudo, precisamos de referências em nossas vidas, e nada melhor que partir de um ano que se inicia até o seu término, e nele, avaliar como comportamos e como fomos agraciados e se foi de forma justa, conforme nossas crenças.

Ante essa referência, analisemos 2015, mesmo com pouco mais de 04 dias para seu fim. Foi bom para você? Muitas conquistas? Muitas tristezas e desilusões? Não correspondeu às expectativas? Perdas? Irreparáveis?

Tantas perguntas não é? Sempre assim, ou seja, esperamos como um disco de uma melodia só que cada ano que venha, seja melhor que o anterior, especialmente no tocante a conquistas materiais, saúde e felicidade.

Entra o ano, recepcionado com festa, fogos, risos e pedidos, e logo, passada a euforia, também chega a realidade. Precisamos entender e aceitar que apesar de toda a nossa torcida, a vida é feita também de decepções. Elas existem para nos fazer crescer.

Um ano possui 365 dias, e, inevitavelmente em tantos dias vividos, torna-se impossível não passarmos por momentos delicados, tristes e melancólicos.Cabe-nos entender e esforçar-nos para que sejam somente momentos, atípicos, em meio a tantos outros dias de alegria, construídos sob um alicerce fortalecido pelo otimismo.
Se considera difícil, até se compreende. Só sabe o sapato que aperta que o calça. Dito antigo, mas muito atual.

Quem dera agisse sempre assim - sendo otimista sempre- porém, sou um simples mortal que de vez em quando se entrega às adversidades.

Mas sabem aquele outro dito popular que diz " Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço"?

Siga então o conselho deste amigo: Pare um instante; reflita sobre sua vida; sobre suas atitudes; sobre o que fez ou deixou de fazer ; e como fez; e mude para um novo ano. Mas antes de por a mão na massa, tente se policiar para sempre lembrar-se de que precisa fazer diferente, para não se cobrar no ano seguinte.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

DOM QUIXOTE


DICA LEGAL


BELA CANÇÃO


O Sertão vai Virar Mar, Dói no Coração


Por Carlos Delano Rebouças

Quem diria meus amigos, quem poderia imaginar que viveríamos no Brasil uma crise e um possível colapso no abastecimento hídrico?
O nordeste, historicamente, convive com essa dificuldade. Quantas obras literárias retratam essa realidade?
Vidas secas, de Graciliano Ramos, ou O Quinze, de Rachel de Queiroz, por exemplo, permitem-nos mergulhar nessa realidade. Poesias também são inúmeras, tematizando essa triste realidade. Patativa do Assaré, Luciano Maia e Luiz Gonzaga de Moura são poetas que com suas sensibilidades, expuseram todo o sentimento por uma região sofrida, pela falta de chuva, em rima e métrica.
Somos calejados quanto a sofrimento pela falta de água. O povo nordestino aprendeu a lidar com essa realidade, sorrindo, mas sofrendo. Já o povo do sul, como é tratado quem não é do norte-nordeste, nunca conviveu com falta d’água. Não sabe o que é sofrer sem ter água para beber.
São Paulo passa por isso. Seu povo vive um momento difícil ao se deparar com uma realidade jamais imaginada e vivida. Seus reservatórios baixam a cada dia, e resta somente a esperança que as chuvas cheguem e resolva seus problemas. Chuvas estas, em outros tempos, tão presentes na rotina dos paulistanos.
Tem nordestino que diz: “Isso é castigo. Quantas vezes nos humilharam, dizendo que não tínhamos água no nordeste”?
Deixemos essas diferenças de lado. O momento não é para isso.
A verdade é que o mundo tá virado no avesso. Onde não chovia, tem enchentes; onde tinha até neve, a seca castiga. As geleiras se derretem e se desprendem; As florestas se desertificam; e o homem, nem aí.
É amigos, a música do Sá e Guarabira, Sobradinho, quando composta, parece agora profetizar tudo que acontece no Brasil e no mundo.



PARA DESCONTRAIR


ALBERTO CAEIRO


VISITE O PLANETA POR CIMA


PRESTE ATENÇÃO!


Os Problemas São Somente Nossos


Autor: Carlos Delano Rebouças

Relacionar-se em família, com esposa, marido, filhos e agregados, que estejam debaixo do mesmo teto, parece algumas vezes uma tarefa árdua, difícil em diversos aspectos, quando não conduzida com sabedoria.
Um matrimônio não é um passo fácil de dar, quanto mais, levar uma vida de casado, com filhos e todas as suas responsabilidades. Um casamento é desenhado com lápis de cores, onde tudo é belo, perfeito e arrumadinho, mas, que não demora muito, descolora no passar do tempo, tornando-se um mundo preto e branco de problemas comuns nas mais variadas famílias, quando não o conduz com sapiência.
Essa sapiência que se deve ter nas relações familiares remete a desenvolver diversos comportamentos por parte dos pares. Tolerância, paciência, integridade, respeito, bom senso, dentre outros, são diferencias importantíssimos para semear uma vida harmoniosa, em família, sobretudo, que culmine na felicidade de todos.
Apesar de sabermos que a harmonia é absolutamente importante para a felicidade familiar e que para isso, muitas vezes, devemos renunciar muita coisa, todo casal, toda família tem problema e precisa entender que é inteiramente restrito a ela, sem extensão a vizinhos, parentes e aderentes.
Quem não já ouviu falar que roupa suja se lava em casa?
Às vezes queremos buscar ajuda de quem não está preparado para isso, estando até com muitos mais problemas e mais sérios que os nossos. Às vezes, também, achamos que identificamos a pessoa certa para confidenciar as nossas inquietações, e que não verdade não são, muito pelo contrário, até sentem-se felizes com a desarmonia que esteja existindo no seio da nossa família.
Encontrar uma solução para os problemas familiares, e dependendo do caso, pode não ser tarefa tão fácil, sem dúvidas alguma, mas que precisa ser urgente. Essa pressa pode ser justificada pela possibilidade de haver influências na vida profissional e acarretar em consequências sérias, preocupantes, que causem enfraquecimento de sua imagem profissional. Pode passar a apresentar dificuldades de relação com colegas, como também, queda de rendimento funcional e riscos quanto à segurança do trabalho, por conta da falta de concentração.
Problemas familiares todos nós temos, passamos e estamos passivos de passar, e é comum em qualquer família do mundo, independente das condições sociais, econômicas e culturais. Sabedoria para lidar com eles é o que parece faltar. Encontrar suas soluções, como fora dito, não é tarefa fácil, mas certamente, compreender que redundam ou podem redundar em problemas muitos mais sérios que imaginamos, não temos dúvida.

Contudo, precisamos entender que eles são somente nossos, da família, e que as suas resoluções devem ser buscada, primeiramente, dentro do ambiente familiar, com diálogo, deixando as vaidades de lado, para que não venham a se tornar um problema para outras pessoas. 

PEGA ESSA!


REFLITA


MOMENTOS DE REFLEXÃO



Por Carlos Delano Rebouças

Dizem que todo mundo tira um instante do dia para refletir sobre a vida, sobre seus rumos, decisões tomadas e não tomadas, mesmo que não venha a significar um novo passo a tomar.

Acordamos muitas vezes com a velha pressa, aquela que sequer permite nos espreguiçar. Levantamo-nos quase sempre abruptamente, como um sinal de que tudo na vida é repentino, e que tempo algum pode ser perdido, inclusive, para pensar e repensar nossas vidas.

O tempo corre sem pernas! O tempo voa sem asas! O pensamento viaja nesse mesmo tempo por diversos interesses, por uma estrada que parece não ter fim, sem sempre sobrarem preciosos minutos para uma reflexão sobre nossas atitudes; sobre o que de fato estamos fazendo para as nossas vidas.

Preciso parar! Stop! Grita a vida por um instante sequer, que permita uma avaliação, sem mesmo estarmos em desespero. Não é somente nos momentos difíceis que devemos buscar respostas para as nossas angústias; criando uma sabatina mental, onde emissor e receptor estão centrados no só. Exclusivamente você.

Não precisar falar, aliás, fale em silêncio, quem sabe, bem baixinho. Permita-se escutar seu coração e sua razão, e bem menos a emoção. E se for para se emocionar, que deixe acontecer. Isso é sinal que dentre do seu peito bate um coração que anseia por revitalizar-se.

Assim acontecendo, enxugue suas lágrimas, levante a cabeça e busque uma mudança. Você acabou de dar o primeiro passo para a sua transformação. 

Entenda que existe uma pessoa que sente a sua falta; que sempre quer ouvi-lo; e que necessita de um pouco de tempo para abrir seu coração, e purificar sua alma. Esse alguém é você.



quarta-feira, 23 de setembro de 2015

CANTIGAS DE ESCÁRNIO: TROVADORISMO


VAGA DE MOTORISTA EM FORTALEZA

Empresa de terceirização de mão de obra contrata:

  Motorista 

 
Requisitos:
 
- Ensino Médio completo;
- Experiência com operação de máquinas;
- Habilitação categoria B;
- Ter disponibilidade de horário para shopping.
 
Resumo das atividades:
 
Dirigir maquina de coleta de shopping no setor da limpeza.
 
Oferecemos:
 
- R$1.184,00
-Vale alimentação de R$ 13,00 ao dia;
-Vale Transporte;
- Cesta básica;
- Plano de saúde;
- Seguro de vida.
 

Os interessados comparecersegunda, às 14h00, com currículo, caneta e documentos pessoais, na Av. Engenheiro Alberto Sá, Nº 451 – Bairro Papicu – prox. ao terminal do Papicu.

EXPRESSÃO DE CEARENSE

A cada dia uma expressão típica de cearense. A de hoje é...
TRAÇAR: Linguagem do futebol, o mesmo que driblar. "Ninguém sabia traçar melhor do que o Garrinha!".

VAGA DE APRENDIZ EM FORTALEZA/CE

Unimed Fortaleza seleciona:
Aprendiz
01 VAGA

Formação exigida:
Ensino Médio Completo

Conhecimentos necessários:
- Não é necessário possuir experiência
- Pacote Office

 Responsabilidades do Cargo:

1.        Recepcionar clientes, a fim de orientá-los quanto ao funcionamento do serviço;
2.       Informar a clientes e médicos a respeito da localização de pacientes internados quando necessário;
3.       Auxiliar na orientação de acompanhantes sobre o processo de alta dos pacientes;
4.       Orientar pacientes de alta com exames pendentes de recebimento quanto ao prazo de entrega;
5.       Gerar pré-senhas para solicitações de exames e fisioterapias, via sistema informatizado, a fim de contribuir para o atendimento;
6.       Realizar o encerramento da guia hospitalar via biometria e conferir se a alta hospitalar foi registrada em sistema;
7.       Emitir segunda via de fatura para clientes e orientá-los quanto ao local de pagamento;
8.       Registrar a biometria de visitas hospitalares de médicos e enfermeiras da auditoria e assistência social para controle das entradas e saídas;
9.       Registrar a digital dos médicos plantonistas no sistema informatizado, para acompanhamento das entradas e saídas por parte da gestão;
10.   Emitir relatório de altas médicas realizadas pela Recepção Principal via sistema informatizado, para análise por parte da gestão;
11.   Desempenhar suas atividades segundo as práticas organizacionais exigidas, visando a segurança dos pacientes;
   Entre outras atividades pertinentes a função. 

 Informações Adicionais:

·         Horário: 07h as 13h15 – Segunda a Sexta
·         Bolsa: R$ 610,70
·         Benefícios: VA,VT, Plano de saúde, Plano odontológico, Cursos gratuitos de Educação à distância.
Candidatos que estirem no perfil, por favor, enviar currículo para o   email: harinne.lima@gmail.com no assunto o título da vaga: Aprendiz  até o dia 25/09/2015.

PÁGINA VIRADA


Por Carlos Delano Rebouças

Quantas vezes nos perguntamos, com tantos porquês em busca de tantas respostas, para tantas coisas que acontecem em nossas vidas tantas?

Por que foi comigo? Por que tinha que acontecer logo agora? O que eu fiz para merecer isso ou tudo isso, levando em conta a medida da dose de sofrimento, que acredita passar?

Perguntas que nem sempre tem respostas convincentes, sobretudo, diante de toda uma fragilidade emocional que toma conta do ser, e que até poderia ser aos olhos dos mais sensatos. Pena que a sensatez nem sempre reside na mente dos fracos.

Toda a dor passa, ou quem sabe, ameniza-se e administra-se com o tempo, como uma atitude sábia de levar uma vida sem tantos sofrimentos, buscando uma convivência melhor em família e sociedade, como aquele velho pensamento de que a página deve ser virada.

Um livro quando lido, na íntegra, é sinal que desde seu prefácio, chamou-lhe a atenção ou permitiu a descoberta do interessante, dando-lhe prazer de concluí-lo e guardá-lo em sua memória. Fica na mente e no coração marcas, a cada página virada, a cada descoberta folheada, com se fosse cada etapa de nossa vida, curtida prazerosamente.

Não é bem assim que podemos tratar a vida, comparando com uma leitura, virando páginas... Ou seria?

Quando as experiências são vividas, precisamente as ruins, não são facilmente apagadas de nossas memórias. Elas ficam, permanecem residentes fixas de uma lembrança que insiste em ficar, como um invasor, que acredita que aquele lugar é seu e ninguém o tira. Acabam servindo como um aprendizado, daqueles que puxam nossas orelhas quando decidimos alguma coisa, quando tomamos alguma atitude, ou quem sabe, quando agimos, somente, pois as consequências chegam, inevitavelmente.

Precisamos entender, aceitando em absoluto, que para tudo tem consequências, boas ou ruins, e que ambas servem para uma mudança, para uma transformação. Se hoje é semente, amanhã será o pão, alimentando a muitos que acreditam na sua importância. Porém, de repente, inesperadamente, e até, inevitavelmente, tudo se acaba, passa. Encerra-se um ciclo que nem sempre tem justiça feita sobre tudo que representou, nem mesmo, no legado deixado. Página virada sem contestações.

Preterir ou preferir são duas escolhas. Ficamos e estamos sempre nas duas posições de atores, ou seja, ora preferindo, ora preterindo. Considerá-las ou avaliá-las como justas ou não, nem sempre vale a pena, sob o interesse de uma reversão de atitudes, pois as páginas são lidas, viradas, e suas marcas deixadas, sem nenhum desejo de releitura.

Não olhemos como mocinho ou vilão, numa visão absolutamente maniqueísta, que não é. São escolhas e/ou decisões que devem ou precisam ser tomadas, e que sempre tem suas consequências.

Que viremos, então, tantas páginas.

Mensagem do Dia

Às vezes ouvimos ou dizemos que as coisas demoram a acontecer em nosso favor, por estar passando por uma período turbulento.

Porém, precisamos entender que o nosso tempo não é o mesmo tempo de Deus, e Ele, sabe perfeitamente o momento de encerrar os ciclos e iniciar um novo.

Acredite que Deus é o regente de nossas vidas e sabe exatamente quando precisamos e merecemos  uma nova oportunidade.

BELAS IMAGENS






LINDA CANÇÃO


É SABER ESCOLHER O BRINQUEDO CERTO

Por Carlos Delano Rebouças

Um parque de diversões é o lugar perfeito para uma criança brincar, de extravasar, de gastar todas as suas energias em buscar de suas satisfações, de novas descobertas e de aproveitar a melhor fase da vida humana.

Rodas - gigantes, balanços, carrosséis, montanhas-russas, maçã do amor, algodão doce, risos, gritos e sustos. Tudo e muito mais forma o cenário de um parque onde a diversão fica a escolha de crianças e adultos, como na vida de cada um de nós, que às vezes preferimos uma vida de horror, como um trem fantasma, a uma menos aventurada volta em um carrossel.

Mas a nossa vida é de fato um carrossel, numa roda-viva que não para nunca, e o pior, que dentro dela, temos que sempre está pensando e analisando sobre nossas escolhas e desejos, e suas consequências. Precisamos entender que nossas escolhas de hoje, numa vida adulta, em todos os campos, são reflexos das escolhas que fazemos em toda a nossa trajetória de vida, de como experimentamos, provamos e sentimos suas consequências, até mesmo, nos brinquedos escolhidos nos parques de diversões.

Mas como fazer a escolha certa? Como decidir entre uma montanha-russa, que eleva a adrenalina, que causa o famoso friozinho na barriga, e a famosa roda-gigante, que mesmo pela sua magnitude, não assusta mais?

Experimentando e sabendo discernir os prazeres que cada um proporciona. Entendendo que a felicidade pode ser conquistada nas mais diferentes formas, desde uma simples volta de bicicleta, até uma volta numa montanha-russa, porém, encarando tudo sempre com muita responsabilidade, aprendendo a ter a prudência necessária para não trocar os pés pelas mãos.

Saiba que quando criança, somos destemidos, inconsequentes e curiosos, sempre em busca de uma afirmação, contudo, quando amadurecemos, tornamo-nos mais cautelosos e prudentes, porque entendemos que as consequências de nossas atitudes podem ser de grande gravidade. São as escolhas dos brinquedos, quando crianças, que servem para fazermos as escolhas certas de hoje.

Isso se chama aprendizado, mas sempre vemos alguém que nunca soube escolher seus brinquedos, nem sabe, na fase adulta, tomar as sensatas atitudes.



REFLEXÃO


AUXILIAR ADMINISTRATIVO

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (Foco na área de ESTOQUE e LOGÍSTICA).
 
- Ensino Médio Completo;
- Desejável Experiência anterior na função;

- Principais Atividades: 
* Manter o estoque organizado; 
* Separar e conferir o material recebido; 
* Providenciar a devolução de material recebido danificado; 
* Dar entrada e Saída de notas fiscais no sistema interno da empresa; 
* Entre outras atividades.
 
A empresa oferece: Salário de Mercado (Enviar Pretensão Salarial), Plano Odontológico, Vale Refeição, e Trasporte.

Carga Horária: De Segunda a Sexta de 08h as 18h e aos Sábados de 08h as 12h.

Os interessados devem enviar o currículo para o email: daniellearagao@mrhgestao.com.br 

OBS.: OS CURRÍCULOS QUE ESTIVEREM FORA DO PERFIL SOLICITADO, SERÃO DESCARTADOS.

Técnico de Segurança do Trabalho

Indústria seleciona: Técnico de Segurança do Trabalho

Atividades
Realizar inspeção de segurança de: empilhadeiras, equipamentos operacionais e mecânicos em geral e edificações industriais, e de funcionários e suas atividades em todos os setores da empresa;
Emitir relatórios técnicos, laudos de segurança de equipamentos e das condições de trabalho;
Solicitar a compra de EPI’s;
Controla recarga de extintores de incêndio e documentação de gestão de: CIPA, PCMSO, PPRA e LTCAT;
Fiscalizar segurança do trabalho;
Ministrar treinamento da área de segurança do trabalho para os funcionários da empresa;
Emitir o PPP dos empregados desligados;
Realizar contato com DRT para apresentação de documentos e solução de pendências;
Realizar inspeções de segurança;
Acompanhar a execução de trabalhos que apresentem riscos de acidentes;
Realizar treinamento para Cipeiros;
Emitir documentação da CIPA;
Controlar a entrega o recebimento e a devolução de EPI´s;
Pesquisar sobre EPI’s mais eficazes contatando fornecedores;
Preencher e emitir CAT;
Controlar a entrada e fiscalizar serviços de terceirizadas;
Acompanhar a fiscalização da SRTE na empresa e carga e descarga de máquinas e equipamentos;
Realizar e  acompanhar treinamento da brigada de incêndios;
Acompanhar higienização de equipamentos especial de segurança;
Elaborar estatística de acidentes anualmente;
Elaborar estudos de adequações ao lay-out da empresa, sob uma visão de segurança do trabalho;
Elaborar projetos em AUTOCAD ou programas similares.

Formação Acadêmica
Nível Técnico em Segurança no Trabalho 
Conhecimento e Habilidades Técnicas
Conhecimento de NBR/NR’s, Excel Avançado, Conhecimento da legislação previdenciária, Curso de Brigada de Incêndio, NR’s 10 e 12 (diferencial), Conhecimento em AUTOCAD ou programa similares (diferencial).

Competências Essenciais
Iniciativa, Raciocínio Lógico, Organização, Boa fluência verbal, Proatividade, Atenção Concentrada, Capacidade de Analise Critica.

Salário: R$ 2.790,46
Benefícios: Plano de Saúde, Plano Odontológico, Vale Transporte, Refeição na empresa, Cesta Básica, Participação dos Lucros; Parcerias com Faculdades; Convênio Farmácia.

Os candidatos interessados devem enviar currículo com para: luciana.oliveira@eletraenergy.com até 02/09/2015 com o assunto Técnico de Segurança do Trabalho.

Clique e confira!

ESTAMOS À DISPOSIÇÃO!